facebook
vimeo
instagram
newsletter

2º Encontro Internacional Danza Duende | Programação e Workshops


Depois de uma primeira experiência em 2010, o Noites na Nora volta a acolher o Encontro Internacional de Danza Duende, entre 22 e 27 de Julho.

Fundada pela bailarina Yumma Mudra (Myriam Szabo), a escola Danza Duende resultou da necessidade da mesma de requalificar o seu trabalho à medida que o mesmo se afastou de categorias de dança pré existentes e de conceitos rígidos. É uma dança sem forma, nem formas. É liberdade. É criatividade. É humanismo. “Dançar a nossa Vida”.

O programa do II Encontro Internacional de Danza Duende centra-se na formação. Serão mais de 30 workshops em áreas tão diversas como o Aikido, as danças ciganas, o Tango ou o Tai-Chi ministrados por formadores de Portugal, Espanha, Bélgica, Itália, entre outros.

Os workshops decorrem entre as 09h30 e as 18h30 no Cineteatro, Jardim, Pavilhão e Musibéria e para além daqueles dirigidos ao público em geral, há atividades dirigidas especialmente a seniores e o Espaço Criança oferecerá atividades como Dança com Bastões ou miniespectáculos de dança/teatro e contos.

PROGRAMAÇÂO E WORKSHOPS

Para participar nos workshops não é necessário qualquer formação nas áreas dos mesmos. Abertos a todos e todas com vontade de experimentar e de, porque não, transcender as suas próprias expectativas.

HORÁRIOS|WORKSHOPS     Ficha de Inscrição


23.07 – Jardim Municipal

DANÇANDO COM O BASTÃO | Ozan Aksoyek (Bélgica)

(Guerreiro Duende)

Companheiro da nossa infância, extensão do corpo em combate, parceiro de caminho sobre o qual se apoia o peregrino: o bastão acompanha a humanidade desde sempre e em toda parte. O bastão permite conectar-nos connosco próprios, no presente, com o espaço que nos rodeia e com os outros. No nosso treino utilizaremos exercícios de diferentes tradições marciais, bem como da dança e do teatro. Trabalharemos o equilíbrio e a precisão, o enraizamento e a estabilidade, aprendendo a posicionar-nos no espaço e em relação aos outros. Tomaremos consciência da nossa organização corporal, emocional e mental, esclarecendo as nossas intenções e desenvolvendo a nossa assertividade, para eleger a acção acertada em cada situação.

| Contexto lúdico e rigoroso, acessível a todos *(Repete nos dias 24 e 25 Julho)

OZAN AKSOYEK é um artista e pedagogo, que tem explorado o jogo de diferentes formas: o jogo da mente que nos habita, resultando numa licenciatura em psicologia e a sua aplicação, através do clown, como ferramenta de comunicação com crianças autistas; o jogo do corpo que habitamos, pela prática do método Feldenkrais e da meditação; e os jogos de actor que nos transformam, na «Kleine Academie» e investigando o butoh, a capoeira e o kalaripayat (arte marcial indiana) nos seus países de origem. Ozan desenvolve o Guerreiro Duende com Christophe Depaus.

ozan

23.07 – Cineteatro Municipal de Serpa

DANÇA TERAPIA | Liliane Viegas (Portugal)

(Dança Terapia Duende)

Utilização do movimento espontâneo para a expressão de emoções e necessidades. Através da tomada de consciência do nosso padrão habitual de movimento e do significado simbólico do mesmo, poderemos reconhecer eventuais padrões habituais de funcionamento da nossa mente do nosso quotidiano. Explorar, tomar consciência, intensificar e largar o movimento são as dimensões que iremos trabalhar de forma criativa

| Para séniores *(Repete no dia 27 de Julho no Musibéria )

LILIANE VIEGAS é professora de Dança/Psicóloga Clínica/Analista Bioenergética, trabalha em Dança Movimento Terapia no contexto da Psiquiatria desde 2003. Participa no projecto Danza Duende desde a sua criação.

liliane


23.07 – Cineteatro Municipal de Serpa

CON-TACTO | Leire Bolumburu (Espanha)

(Workshop de massagem com música ao vivo)

Exploração e desenvolvimento da escuta no jogo do toque. A qualidade ou consciência do contacto manifesta-se nos nossos múltiplos encontros quotidianos. Inspirar-nos-emos em exercícios de Integração para o Movimento baseada no Método Feldenkrais. Desfrutaremos na nossa aventura dos sons das taças tibetanas e do canto harmónico de Luisa.

| Aberto a todos.

LEIRE BOLUMBURU trabalha como terapeuta corporal, bailarina e professora de dança e criação. Licencidada em Farmácia, forma-se em dança (contemporânea, oriental), expressão corporal, quiromassagem e integração para o movimento baseada no método Feldenkrais. Em 2005 inicia o seu treino em Danza Duende. Mais

leire


23.07 – Cineteatro Municipal de Serpa

TANGO | Elisabeth Mullier (Bélgica)

(Tango Duende)

O tango argentino é uma dança popular tradicional, elegante e sensual que envolve um encontro entre duas pessoas e o seu desejo de comunicar. Durante este curso, iremos explorar o vocabulário básico do tango argentino, dançando, improvisando e brincando com os seus elementos de forma criativa. Iremos igualmente trabalhar a nossa postura, atitude e intenção, a fim de desenvolver a nossa expressividade com firmeza e paixão!

Nível aberto*(Repete nos dias 24 e 26 Julho)

ELISABETH MULLIER  estuda e dança tango argentino desde 2003. Ensina em Bruxelas, no Nosotros Tango Club, e coordena o grupo de bailarinos da Bruxelles Aires Tango Orchestra. Forma-se em Danza Duende desde 2005. Apaixonada por estas duas práticas, Elisabeth aplica os métodos Duende ao tango, a fim de oferecer um espaço de exploração da complementaridade entre as energias feminina e masculina, bem como da relação consigo, com o outro e com o espaço.

tango

23.07 – Cineteatro Municipal de Serpa

SOUFFLE DE DANSE | Michel Raji (Marrocos)

(Ritmos respiratórios, gestuais e sonoros no movimento)

Escutando a arquitectura da nossa respiração interna, explorando os ritmos respiratórios, gestuais e sonoros no movimento. Um trabalho que parte do pulsar infinito da respiração, uma pulsação que se afina no espaço e no tempo da prática, e se harmoniza através do gesto e voz, para se desdobrar depois numa dança dinâmica e circular. Uma dança onde o sopro reencontrado se ritualiza.

Aberto a todos. *(Repete nos dias 26 Julho no Musibéria)

MICHEL RAJI nasceu em Marrocos e vive em França desde os 12 anos. Os seus deslocamentos geográficos foram desenhando pouco a pouco uma cartografia interior, em que cada passo marca um movimento iniciático em direcção ao universal. Dançarino e coreógrafo na origem, formado nas técnicas clássica e contemporânea, cria em 1985 a sua própria via, a que chama Chorésophie, a passagem do físico para o metafísico.

Mais

Raji- CV com nome

23.07 – Cineteatro Municipal de Serpa

MULHER ÁRVORE | Mª Antonia Borrás (Espanha)

(Free Duende)

Despertando a energia criativa e a feminilidade consciente. 

Workshop experiencial de expressão e dança. Através do movimento ligar-nos-emos às energias vitais da natureza da mulher e a sua relação com a evolução natural de vida da árvore, explorando e integrando todas as suas fases, desde a semente até aos frutos…

Aberto a todos.

Mª ANTÓNIA CASADEMUNT BORRÁS é bailarina e professora de dança. É formada em dança, expressão oriental, danza duende e dança-movimento-terapia, bem como em técnicas de crescimento pessoal, explorando a energia criativa feminina na sua relação corpo-movimento-consciência. Ministra cursos e workshops em Cardedeu, Barcelona, etc.

mulher arvore

23.07 – Pavilhão Desportivo Carlos Pinhão

AIKIDO | Christophe Depaus (Bélgica)

(Nivel de iniciação)

No quadro do II Festival de Danza Duende, Christophe será acompanhado por alguns de seus alunos para oferecer sessões de iniciação ao público, com a duração de uma a duas horas. Caso estejam presentes vários praticantes experientes, será organizado um workshop mais avançado. Christophe e os seus alunos irão apresentar uma demonstração ao público, incluída na lista de espectáculos do Festival. |

| Aberto a todos. *Repete nos dias 24, 25 e 26 Julho

dia 25 de Julho – Nivel Avançado

CHRISTOPHE DEPAUS belga, de 39 anos, descobriu o aikido com 11 anos. Hoje em dia é cinturão negro 5º dan aïkikaï, diplomado pelo Hombu Dojo de Tóquio (centro mundial). Foi membro da equipa belga de demonstração nos Jogos Mundiais de Duisburg em 2005 e recebeu o Prémio “Desportista do Ano”, em 2011. Estudante e otomo (assistente) do Mestre Sugano 8º dan até sua morte, continua a viajar bastante pela Europa e Japão para participar em cursos e conhecer os mestres (Christian Tissier, Kuribayashi, Miyamoto, Osawa …). Professor diplomado (shidoin), abriu o seu próprio dojo, Ren Shin Kan, em Bruxelas, em 2006.

Mais

aikido

23.07 – Musibéria

RAJASTHAN EXPRESS | Carolina Fonseca (Portugal)

(Gipsy Duende) 

A proposta para este encontro é manter a expressão do rosto em concordância com o movimento do corpo. É muito importante manter a consciência dos movimentos do rosto e principalmente a intenção do corpo, da mente e do coração na dança e na vida… Ao mesmo tempo, seguiremos os padrões rítmicos e as expressões dos povos nómadas do Rajastão. Terminaremos o nosso trabalho harmonizando a expressão duende e a técnica da Kalbelia, uma dança do Rajastão, numa curta coreografia.

Aberto a todos. Repete no dia 25 Julho 

CAROLINA FONSECA é uma professora, performer, poeta, budista, especializada em danças ciganas e danças do mundo. Desde 2000 forma parte do corpo de estudo e investigação da Escola Internacional de Danza Duende. Mais sobre

carolina

23.07 – Musibéria

Teatro Participativo I Marco Ferreira (Portugal)

Agir no teatro para nos tornarmos os verdadeiros protagonistas das nossas próprias vidas. Serão utilizadas várias ferramentas e metodologias participativas, baseadas em exercícios e jogos teatrais, que potenciam nos/as participantes a exploração de meios alternativos, que lhes permitam analisar o passado no contexto do presente, para que se possa inventar o futuro. Um processo altamente colaborativo, de descoberta, de consciência social, onde se exploram em conjunto diferentes decisões e ações. Clarificando os desejos dos/as seus participantes, permitindo num contexto seguro e descontraído, uma reflexão conjunta sobre as potencialidade de consciência e transformação social.

| Aberto a todos.

Marco Ferreira Formou-se na Escola de Formação Teatral do Centro Cultural de Évora. Em 1998 é selecionado para a International School of Theatre Anthropology dirigida por Eugénio Barba e Odin Theatre. Desde de 2001 que faz parte do coletivo Baal17 em Serpa onde é ator, encenador e programador do Festival Noites na Nora. Foi bolseiro da Fundação Calouste Gulbenkian na Universidade de Seinajoki na Finlândia em Participatory Drama in Education. É mestrando em Teatro Comunidade na ESTC de Lisboa. Mais

 

23.07 – Musibéria

TranscenDance I Janet Shook (Estados Unidos)

(Movimento de Mitologia Pessoal)

Forma de movimento algures entre a dança, a oração e o alinhamento postural. TranscenDance procede de fontes da mitologia, das danças rituais, da imaginação artística e do Yoga. O workshop irá envolver a identificação de arquétipos universais e os movimentos e posturas associados aos mesmos; a “incarnação” de tais arquétipos através do movimento; o uso do espaço e da forma nas danças rituais; o jogo com o movimento, a forma e o contexto do material; e a coreografia de várias “mitologias de nós próprios”. 

| Aberto a todos.

Janet Shook é instrutora de Yoga e Nia certificada, com formação em dança moderna e uma longa história de experiência em danças folclóricas do mundo. Trabalha como bailarina profissional e professora de dança desde 2003, nos EUA, na Turquia (deslocando-se a toda a Europa) e em Portugal. Mais

janet Shook

24.07 – Cineteatro Municipal de Serpa

YOGA | Barbara Troiano (Itália)

(A DANÇA DO SOL YOGA)

O Sol é a fonte de toda a energia, é a alma do mundo, a Alegria Espiritual. Neste workshop, a partir da Saudação ao Sol – Surya Namaskara -, iremos criar um espaço de escuta e consciência, para entrar em contacto com a energia do Sol na nossa respiração e lhe dar forma através do yoga, celebrando a dança do verão! 

| Aberto a todos.*(Repete dia 26 de Julho)

Barbara Troiano é antropóloga, dançaterapeuta, professora de yoga e de Shakti Dance®. Membro da Escola Internacional de Danza Duende, estudou e praticou vários estilos de dança, que integrou na sua prática, como expresão livre do movimento criativo consciente. Investigadora do mito da Grande Mãe, trabalha os arquétipos femininos para despertar a shatki e a deusa de cada mulher. Ensina  Shakti Dance® e dança criativa em Itália e Espanha.

barbara 1

24.07 – Cineteatro Municipal de Serpa

DANÇAR OS SONHOS | Yumma Mudra (Bélgica)

(Danza Duende)

Aprendizagem dos passos íntimos a empreender para operar uma alquimia emocional na nossa vida, graças à expressão artística. Exercícios que combinam liberdade, disciplina e virtude, numa verdadeira cooperação entre os dois hemisférios do cérebro, promovendo o desenvolvimento da plena consciência, muita loucura e coragem, e uma boa dose de humor.

| Para este trabalho apenas é necessário vir com muita abertura e curiosidade.

Yumma Mudra (Myriam Szabo) é fundadora e mentora do projecto Danza Duende para «dançar a vida», desde 2004. Cedo entendeu que aspirava a encontrar um modo de unir a dança (e a arte, em geral) à aprendizagem profunda de como desenvolver o nosso potencial natural de inteligência e de bondade enquanto seres humanos, procurando na solidão das montanhas, em grupos de investigação ou na loucura da vida nómada urbana, a resposta a esta busca. Yumma é «bailarina da vida», produtora, autora e pedagoga. Em 2012 publicou em Paris o livro La Voie Qui Danse (Edições F. Bourin), e foi nomeada «Intuitive Dharma Teacher», por Ringu Tulku Rinpoche.

danças sonhos

24.07 – Cineteatro Municipal de Serpa

DESPERTAR FLAMENCO I Isabel Molina (Espanha)

(Gipsy Duende | terra-céu)

Terra (Tigre): trabalho sobre o enraízamento, técnica de pés, sapateados, compasso 3×4 e saia.

Céu (Dragão): trabalho sobre os apoios corporais relacionados com o céu (peito, cabeça…), expressão de mãos e de braços, dançando com graça e humor, a dança do amor (xaile – virtude).

| Aberto a todos, trazer xaile e saia.

Isabel Molina é instrutora de dança (baile flamenco) desde 1987. Nos últimos anos cria e ensina Duco Danza e é guia de meditação. Forma-se em Danza Duende desde 2006 e em meditação Shambala desde 2008.

isabel molina

24.07 – Cineteatro Municipal de Serpa

ANIMA DUENDE | Pascale Goubert (França)

(Anima Duende)

Criado para contribuir para os treinos de Danza Duende, Anima pretende desenvolver a empatia que nos une não só aos seres vivos, mas também aos chamados seres «inanimados». Esta disciplina permite-nos escutar o mundo em nosso redor, e ajuda-nos a revelar a alma profunda, bem como a magia dos objectos que preenchem o nosso quotidiano. Colocamo-nos ao serviço dos nossos habituais «servidores», e damos-lhes vida através do nosso calor humano, apercebendo-nos de quão ténue é a fronteira entre nós e o mundo.

Aberto a todos. Trazer um objecto comum e uma peça de roupa.

Pascale Goubert é actriz, bailarina e marionetista. Membro da Companhia Leila Haddad desde 2005, segue a formação Danza Duende desde a sua criação, em 2001, logo após conhecer Yumma Mudra em Bruxelas. Foi incentivada por Yumma, que Pascale tem trabalhado desde 2012 para adicionar as marionetas à galáxia da Danza Duende, criando o atelier Anima Duende.

pascale

24.07 – Musibéria

GIPSY DUENDE POP | Mónica Roncon (Portugal)

(Gipsy Duende)

Partindo de vocabulário do Manele e das Chalgas – o novo Gipsy Pop – assim como das danças ciganas da Europa Oriental e de muitas outras expressões dançadas de povos ciganos e não ciganos, criaremos a nossa própria dança, simples, rica, comunitária, pessoal, de uma forma divertida, fresca e libertadora.

| Aberto a todos.

Filha de «bons ventos e bons casamentos», é desta ascendência mista que nasce o seu desejo de aventura. Iniciando a sua formação em dança com o Flamenco e o Ballet Clássico Espanhol, é nas Danças Ciganas do Mundo de Yumma Mudra que encontra o desafio de ir para além de si própria. Um caminho em constante evolução, sempre integrado no projecto Danza Duende. Mais

gipsy pop2

24.07 – Musibéria

BHARATA-NATYAM – Tarikavalli (Portugal)

Atelier de descoberta desta Dança Clássica do Sul da Índia

Trabalho de colocação do corpo, experimentação de posturas, despertar do ritmo e aprendizagem dos principais mudras das mãos. O Bharata Natyam é considerado pelos Historiadores como o estilo de Dança Académico mais antigo do mundo. Não existe conhecimento, sabedoria, arte, nem mesmo Yoga ou acção que não se manifeste nesta dança. Natya Shastra (l, 14-15), sec. IV a.C

| Aberto a todos.

Tarikavalli é herdeira da tradição do Bharata Natyam – Escola de Pandanallur -. através dos ensinamentos dos seus Mestres Shrimati Amala Devi (Paris), Shri U.S. Krishna Rao e Shrimati Chandrabhaga Devi (Bangalore), Shri Dayalasingham (Paris) e Shri K.M. Raman (Bangalore). Paralelamente à sua carreira de bailarina, Tarikavalli dedica-se ao ensino e formação de bailarinos profissionais. Criadora de ateliers para crianças e adultos, intervém no quadro de Oficinas Interculturais Europeias. Dá aulas regulares no Centro de Danças de Oeiras (Algés), no LODS (Lisboa), e no Centre de Danse Alésia (Paris).

Mais

tarika

25.07 Cineteatro Municipal de Serpa

DANZA DUENDE NÍVEL 0 | Yumma Mudra

Sessão teórica, seguida de conversação, sobre os fundamentos da Danza Duende desde o ponto de vista pessoal e da sua prática, assim como da perspectiva da interdependência consciente entre os artistas da rede. Esta sessão será complementada pela apresentação de uma ferramenta de Resolução de Conflitos, orientada por Pascale Goubert.

Ferramenta de resolução de conflitos, com figuras animadas | Pascale Goubert

Este programa é o resultado de uma proposta de Yumma Mudra para pensar a marioneta como ferramenta de resolução de possíveis conflitos dentro da rede Danza Duende. Utilizando tanto a força da empatia, como o distanciamento emocional que proporciona a manipulação de uma marioneta por alguém que não seja o orador, este cenário foi testado no final do nível 4/5, em Bruxelas, em Fevereiro de 2013.

25.07 Musibéria

DANÇAS RUSSAS | Vitoria Ivanova (Rússia)

(GYPSY DUENDE)

Dançaremos ao som da actual e eléctrica música do compositor servo Goran Bregovic, expressando o poder feminino com o espírito cigano!

Aberto a todos.

VITORIA IVANOVA nasceu em Novosibirsk (Rússia), é formada em Direito pela Universidade de Novosibirsk e em piano pelo Conservatório de Música da mesma cidade. Estudou danças latinas, africanas, orientais e ciganas, bem como tango, Hilal Dance e Danza Duende por todo o mundo. É promotora e directora de vários eventos culturais em Itália e Espanha, em particular do Festival Internacional de Dança da Costa del Sol, tendo também coordenado o Festival Wild Women’s World de 2012. É também fundadora e directora da associação cultural Bailanova. Membro da Escola Internacional de Danza Duende, continua a viajar pelo mundo, sobretudo entre Málaga e Milão, onde colabora na Escola de Dança Metiss’Art.

25.07 Musibéria

DANÇAR EM SILÊNCIO AS MIL CARAS DO AMOR

Marga Morales (Espanha)

(Laboratório-FlashMob “Elementown”)

Workshop de introdução aos 5 elementos, após o qual “ocuparemos diferentes ruas e praças de Serpa, invocando as 5 energias a partir do movimento, da contemplação e da dança, ajudados pelo som natural ou “industrial”, que o local nos ofereça.

Nível aberto.

MARGA MORALES contacta desde jovem com diferentes técnicas de auto-conhecimento e artes marciais, desenvolvendo trabalho físico e de actor (géneros cómicos e clown). Formada em dança oriental, estuda Bharata Natyam e amplia a sua formação com a Danza Duende®, projecto em que participa desde 2006.

25.07 Musibéria

STYLING DUENDE | Carolina Fonseca (Portugal)

Um Espaço dedicado à criação duende de novas formas de vestir, de reiventar roupas antigas e criar novas…

| Aberto a todos.

É indispensável trazer tecidos antigos ou roupa velha, o mais elástica possível.

CAROLINA FONSECA é uma professora, performer, poeta, budista, especializada em danças ciganas e danças do mundo. Desde 2000 forma parte do corpo de estudo e investigação da Escola Internacional de Danza Duende.

26.07 Cineteatro Municipal de Serpa

GYROKINESIS® | Bernardo Gama (Portugal)

(Yoga Dinâmica)

GYROKINESIS® é a base e a essência do método GYROTONIC EXPANSION SYSTEM®.
As aulas começam com uma auto-massagem. Em seguida, são trabalhados movimentos rítmicos e contínuos de forma a desbloquear possíveis pontos de tensão. A fluidez é a chave, as posturas não são presas por longos períodos e são sempre acompanhadas por padrões de respiração que abrem os canais de energia e oxigenam o sangue, ajudando a eliminar toxinas acumuladas no nosso sistema. Assim cria-se uma massagem interna e externa que revitaliza e rejuvenesce o corpo.

| Aberto a todos.

Bernardo Gama foi solista no Ballet Gulbenkian e dançou em diversas companhias, entre as quais destaca: Grupo Corpo (Brasil), Companhia Nacional de Bailado (Portugal) e Cullberg Ballet (Suécia). Foi professor de dança contemporânea e expressão corporal na EPAOE (Chapitô) e actualmente lecciona dança contemporânea e pesquisa coreográfica na Escola Superior de Tecnologias e Artes de Lisboa (ESTAL). É também instrutor de Gyrotonic® e Gyrokinesis® (yoga dinâmica), tendo ministrado vários workshops de Gyrokinesis®. É mestre em Dança/Performance Artística na FMH, onde desenvolveu uma investigação na área do circo contemporâneo e a dança contemporânea.

bernardo

26.07 Cineteatro Municipal de Serpa

TEATRO DUENDE | Stéphanie Van Vyve (Bélgica)

O teatro duende pretende favorecer, utilizando o jogo, o desenvolvimento da presença consciente e da compaixão, através do corpo, da voz e das emoções. Durante o workshop iremos explorar, recorrendo a situações simples e lúdicas, as técnicas de base do jogo dramático (voz, corpo, olhar, espaço cénico, texto, relação com o outro, com o espaço e com o invisível), cultivando um espírito de curiosidade alegre e sincera, de delicadeza e de simplicidade. Ousar dizer sim para interpretar a sua vida!

| Aberto a todos.

Stéphanie Van Vyve foi professora de francês, tendo descoberto o teatro mais tarde. Actou em peças clássicas e contemporâneas, cómicas e dramáticas. Interpretou a personagem principal de uma série da TV belga e participa em várias longas metragens. Em 2006 funda, com Dominique Rongvaux a companhia La Fabuleuse Troupe, com quem cria várias peças de sucesso. No mesmo ano conhece Yumma Mudra em «Les Fourberies de Scapin», integrando a escola Danza Duende. Com Ozan Aksoyek dirige e interpreta «Diotime et les lions». Dá formação em Teatro Duende e teatro da compaixão.

26.07 Cineteatro Municipal de Serpa

GORAN BREGOVIC | Vitoria Ivanova (Rússia)

(GYPSY DUENDE)

Dançaremos ao som da actual e eléctrica música do compositor servo Goran Bregovic, expressando o poder feminino com o espírito cigano!

| Aberto a todos.

VITORIA IVANOVA nasceu em Novosibirsk (Rússia), é formada em Direito pela Universidade de Novosibirsk e em piano pelo Conservatório de Música da mesma cidade. Estudou danças latinas, africanas, orientais e ciganas, bem como tango, Hilal Dance e Danza Duende por todo o mundo. É promotora e directora de vários eventos culturais em Itália e Espanha, em particular do Festival Internacional de Dança da Costa del Sol, tendo também coordenado o Festival Wild Women’s World de 2012. É também fundadora e directora da associação cultural Bailanova. Membro da Escola Internacional de Danza Duende, continua a viajar pelo mundo, sobretudo entre Málaga e Milão, onde colabora na Escola de Dança Metiss’Art.

26.07 Musibéria

ORIENTAL DUENDE | Marga Morales (Espanha)

(Desde o oriente com humor I explorando o lado cómico da dança oriental)

Workshop lúdico, em que invocaremos os estereótipos e o imaginário da dança oriental, experienciandos-o de uma perspectiva diferente e tratando-os de uma forma creativa e divertida, usando o sentido de humor como ferramenta principal. Destinado a estudantes de dança oriental e danza duende (ambos os géneros) com vontade de se divertir e de rir de tudo, sobretudo de si próprio.

| Nível aberto. Trazer dois rolos de papel higiénico para um trabalho de laboratório.

MARGA MORALES contacta desde jovem com diferentes técnicas de auto-conhecimento e artes marciais, desenvolvendo trabalho físico e de actor (géneros cómicos e clown). Formada em dança oriental, estuda Bharata Natyam e amplia a sua formação com a Danza Duende®, projecto em que participa desde 2006.

26.07 Musibéria

CANTO, VOZ E MOVIMENTO

Desirée García Miras (Espanha)

Descoberta em grupo do percurso do som pelo corpo, mediante um simples exercÍcio de meditação sonora. O resultado será a expansão do corpo, a calma mental, a libertação e a criatividade. Partiremos para a improvisação do movimento, acompanhando os nossos gestos com os nossos sons mais essenciais, criando bonitas melodias com todo o grupo.

| Aberto a todos.

DESIRÉE MIRAS é cantora vocacional desde criança, participou em diferentes projectos de música pop com apoio discográfico desde 1997. Em 1999 inicia o estudo da dança e em 2008 entra em contacto com a Danza Duende. Em 2010 inicia o estudo da voz como veículo de expressão, autoconhecimento e bem-estar. Actualmente prossegue a sua formação, experimentando a música desde esta perspectiva interior.

27.07 Cineteatro Municipal de Serpa

IMPULSE | Cía. Un Sol Traç (Espanha)

(Guerreiro Duende)
Trabalho de técnica e precisão desenvolvido a partir de uma sequência de solo. O objectivo é manter o contacto com a terra de forma fluída e tomar consciência dos impulsos e inércias criadas a partir do chão.

| Aberto a todos.

Poderíamos resumir a história da nossa vida numa só pincelada; é possível. (Chögyam Trungpa)
A Cia. Un Sol Traç surge da necessidade de reunir três formas diferentes de «Dança da Vida». Dori Bermudez, Rut Rigat e Virginia J. Lopez (Gata) têm em comum uma forte base em Dança Oriental e em Danza Duende, além de outras técnicas de dança e movimento. Elas dedicam seu trabalho a transmitir e a fazer investigação sobre a espontaneidade, a liberdade e a autenticidade do movimento.

27.07 Cineteatro Municipal de Serpa

TARANTELLA & PIZZICA GIPSY  

Barbara Troiano (Itália)

Como antropóloga e bailarina nascida e criada em Nápoles, berço do Vesúvio e das danças populares dos tambores, Barbara estudou as Tarantellas do sul da Itália: a sua simbologia, e os seus aspectos etno-coreuticos e terapêuticos, religando-se assim às suas raízes e antepassados​. Neste workshop, através da pizzica e da tammurriata, entraremos em contacto com o coração da terra, tocando o nosso tambor interno e celebrando a dança da vida e da alegria.

| Aberto a todos.

Barbara Troiano é antropóloga, dançaterapeuta, professora de yoga e de Shakti Dance®. Membro da Escola Internacional de Danza Duende, estudou e praticou vários estilos de dança, que integrou na sua prática, como expresão livre do movimento criativo consciente. Investigadora do mito da Grande Mãe, trabalha os arquétipos femininos para despertar a shatki e a deusa de cada mulher. Ensina  Shakti Dance® e dança criativa em Itália e Espanha.

27.07 Musibéria

REVAMP DUENDE | Marion Bedbur (Alemanha)

Para todos os que desejarem aprender mais sobre cabelo e maquilhagem, a Marion vai demonstrar como tirar o máximo proveito de nossa aparência. Dicas, demonstrações e aconselhamento pessoal, de uma forma divertida e totalmente Duende!

| Aberto a todos.

Cabeleireira profissional e estilista de beleza há mais de 25 anos, Marion Bedbur, de origem alemã, é também bailarina de dança oriental e colabora no projecto Danza Duende desde 2007.

27.07 Musibéria

TERRA MAHGREB | Alessandra Centonze (Itália)

(Danças do mundo árabe)

Celebrar a fecundidade da terra, agradecer-lhe pelos seus frutos, dançar a vida com as amplas rotações das ancas das mulheres tunisinas, com os lenços das mulheres argerlinas e com a batida percussiva das mulheres marroquinas. Partiremos do centro do corpo, das batidas do coração e do ritmo natural da respiração, para encontrar dentro de nós a energia criativa que desde a noite dos tempos anima as danças femininas, expandindo-a e modelando-a.

| Nível aberto.

ALESSANDRA CENTONZE Fundadora da Metiss’Art, uma associação que promove as danças e as culturas do mundo, bem com o Oriental Duende, em Milão, Alessandra estuda dança há 25 anos, 11 dos quais têm sido dedicados às danças tradicionais e contemporâneas do mundo árabe. Trabalha com músicos, actuando e ensinando em Itália e no exterior, e colabora com a Escola Danza Duende ® há seis anos, como professora e organizadora de oficinas e eventos de oriental duende e free duende.  Estuda meditação tibetana há cinco anos, de acordo com a prática de treino Shambhala.

27.07 Pavilhão Desportivo Carlos Pinhão

Introdução à Arte Marcial Sensorial | Béatrice Ray 

(Fundada por Martine de Nardi)

Uma arte marcial sensível e construtiva, ao serviço da vida. Uma adaptação da arte marcial à realidade de hoje. Uma actividade física não competitiva, que transforma a noção de adversário em noção de parceiro. Uma arte relacional pacífica, para uma relação de reciprocidade consciente e dinâmica. Uma filosofia e uma atitude de guerreiros da vida. Um encontro entre o aikido e o sensível, que se pratica a sós sob a forma de katas no chão ou de pé e/ou a dois (kokyo). Prática a um ritmo sensorial.

| Aberto a todos, num grupo desejável de 8 a 12 pessoas. Trazer roupas confortáveis.

Este trabalho de iniciação será construído em torno do tema do festival: a relação connosco próprios e com o outro, reconhecendo o elemento masculino e feminino em cada um de nós, numa reciprocidade dinâmica.

BÉATRICE RAY Desde 2000, a minha relação com o outro, comigo própria e com aquilo que é maior do que eu, já não passa apenas pela «cognição»! Passa também pelo clown e pelo movimento sensorial ou sensível do corpo, através da Arte Marcial Sensorial. Passa ainda pelo qi kong e pelo tai chi (yang e shen) e, sobretudo, pelo movimento da mente, a qual se materializa frequente e nomeadamente através dos lábios, numa linguagem ligada aos meus sentimentos e necessidades, por meio da Comunicação Não Violenta.