facebook
vimeo
instagram
newsletter
20 0

Posted by  in Teatro Educação e Comunidade

Grupo de Serpa estreia novo espetáculo no Noites na Nora

No seguimento do trabalho iniciado em Serpa, em 2015,no sentido da criação de grupos informais que se juntam em torno do Teatro, a Baal17 alargou o projeto às freguesias de Brinches, Vale de Vargo e Vila Verde de Ficalho.
Chamemos-lhes grupos de teatro de amadores. Poderão vir a ser ou não. Serão pessoas que amam o teatro, uns, serão apenas curiosos, outros. Para já, de uma forma muito consistente em Serpa (o grupo levará à cena um novo espetáculo no 17.º Noites na Nora), ou de uma forma ainda experimental nas freguesias, o certo é que esta dinâmica traz enriquecimento à vida da comunidade e conduz de uma forma inequívoca à aproximação da população ao Teatro.

O teatro nas freguesias

IMG_6818 - Cópia
IMG_7111 - Cópia

Dos 6 aos 76 anos, novos e velhos, com diferentes experiências de vida, trabalham durante três meses um espaço em comum: a sua aldeia. Assente no indivíduo e na comunidade onde se insere, o projeto desenvolvido por Marisela Terra, tem como foco o fortalecimento do grupo, através da ativação de memórias, da pesquisa de rotinas e costumes locais e do cruzamento de histórias de vida, contribuindo para a aproximação e identificação entre as diversas gerações dessa comunidade. O processo criativo pretende fomentar um espaço de partilha de ideias, de experiências e vivências onde os intervenientes possam desenvolver a sua criatividade, utilizando o teatro como meio de expressão.
Do dia-a-dia de cada um, das histórias e dos movimentos cénicos da vida dos habitantes de cada freguesia, resultará um espetáculo/ apresentação final do projeto.

Leave a comment

* required